O vereador de Belo Horizonte Nikolas Ferreira, que estava em evento da Igreja Batista da Lagoinha de Orlando ao lado de um foragido da Justiça, voltou para a capital e produziu um vídeo onde promete “destruir as mentiras da imprensa mineira”.

Ele ficou chateado de ter virado notícia quando internautas reviveram seu tuíte comemorando o veto de verbas para obras na região do Vilarinho.

Primeiro ele ataca o jornal Estado de Minas, que trouxe a manchete “Twitter recorda vibração de Nikolas Ferreira por veto a verba contra chuvas”. Depois, lê uma manchete da Itatiaia. Não apontou uma verdade sequer nas matérias.

Advertisement

Leia também: Hulk mostra o barrigão de grávida da esposa e bermuda dias antes de voltar pra BH

Em seguida, o vereador pega uma matéria do Moon BH. Em sua teoria da conspiração, diz que o site é pago para defender o prefeito Alexandre Kalil porque encontrou dois banner’s da campanha publicitária sobre o desconto no IPTU. A campanha está no ar em todos os veículos de imprensa da cidade.

A disposição de publicidade no site é aleatória e, de fato, podem ser entregues mais de um banner da mesma campanha na mesma página. Neste momento, por exemplo, uma página aleatória do site exibe 3 banner’s do streaming ‘Paramount+’, sendo duas do mesmo documentário. Claramente um indício de que o site é pago para defender a Madonna.

Advertisement

“Mídia podre”, quando fala o que não convém

Ao revelar sua teoria da conspiração sobre como o prefeito comprou este site para que não fale mal dele, Nikolas o descreve como “mídia podre”: “é pago para defender a prefeitura”. Quando estava em campanha, em 2020, Nikolas Ferreira dava mais credibilidade ao Moon BH.

Advertisement

No dia 15 de maio de 2020, denunciamos que “sede de empresa contratada para fazer 3 mil túmulos em BH é loja de calcinhas”. No dia 29 de maio, o então pré-candidato foi ao local mostrar a loja aos seguidores:

Hoje a construtora, que ainda mantém contrato com a prefeitura, move processo na Justiça contra Moon BH por danos morais.

Nikolas Ferreira fica inconformado com série de matérias negativas

Advertisement

Certamente o parlamentar não está feliz com as recentes matérias que saíram na imprensa. Recentemente O Globo revelou que a Puc Minas entrou com uma ação na Justiça contra ele cobrando cerca de R$ 13 mil em mensalidades atrasadas. A notícia teve ampla repercussão. Também foi barrado no Cristo Redentor e até o prefeito do Rio, Eduardo Paes, debochou dele.

Ele também não deve ter gostado quando publicaram que ele jantou com um foragido da Justiça nos EUA. Há alguns meses ele chegou a ser desmentido quando inventou no Twitter que uma celebridade era filho de Alexandre Kalil. Como está sendo muito detonado nas redes sociais, passou a bloquear centenas de usuários, para parecer que tem mais apoiadores do que críticos nos comentários.

Você pode assistir ao vídeo de Nikolas abaixo, mas já adianto que ele conseguiu apontar um total de zero mentiras nas matérias que citou:

Advertisement