O Zoológico de Belo Horizonte abriu as suas portas pela primeira vez, após oito meses, neste sábado (10). Com visitas agendadas e lotação máxima de 420 pessoas, o local está sendo muito procurado por quem quer fazer um passeio ao ar livre.

Para entrar no Zoológico e no Jardim Botânico, é preciso medir a temperatura com termômetros a laser, além de usar máscaras. Foram posicionadas marcações de tinta no chão, com espaçamentos para que não haja acúmulo de pessoas nos pontos de observação dos animais.

Advertisement

“Os parques abriram primeiro. Então, trouxemos a experiência deles, com o uso da máscara, do álcool em gel, de manter o distanciamento dos grupos. Pedimos para os visitantes que tragam a sua comida e a água, pois não há pontos de venda e está muito quente”, observa o gerente do Zoo, Humberto Mello.