A Prefeitura de Belo Horizonte confirmou nesta sexta-feira (22) que a reabertura gradual do comércio não essencial começa a partir da próxima segunda-feira (25). O anúncio foi feito pelo secretário municipal de Saúde, Jackson Machado Pinto, que também coordena o Comitê de Enfrentamento à Epidemia da COVID-19 na cidade.

Os níveis de reabertura do comércio foram divididos em seis etapas. São elas:

Advertisement

– Lockdown: nível máximo de fechado. Essa fase será cogitada caso haja a piora expressiva nos indicadores epidemiológicos de BH;

– Fase 0: cenário atual, em que apenas comércios essenciais podem funcionar;

– Fase 1: cenário que será implementado na próxima segunda-feira (25), com duração de duas semanas e a reabertura de apenas alguns tipos de estabelecimentos;

Advertisement

– Fase 2: cenário previsto após a Fase 1, com maior abertura que a etapa anterior. Será implementada apenas caso os índices epidemiológicos e estruturais sejam favoráveis;

– Fase 3: cenário previsto para a semana posterior ao início da Fase 2, com maior abertura que a etapa anterior. Será implementada apenas caso os índices epidemiológicos e estruturais sejam favoráveis;

– Fase 4: cenário previsto para a semana posterior ao início da Fase 3, com maior abertura que a etapa anterior. Será implementada apenas caso os índices epidemiológicos e estruturais sejam favoráveis. Indica a reabertura máxima do comércio.

Advertisement

Na Fase 1, que começará na próxima semana, poderão ser reabertos estabelecimentos que têm menor potencial de gerar aumento na circulação de pessoas pela cidade.

Reabertura parcial

A partir dessa segunda-feira (25), voltarão ao funcionamento salões de beleza (exceto clínicas de estética), shoppings populares e comércios varejistas. Os horários de abertura foram previamente estabelecidos para diminuir a aglomeração no transporte público:

– Salões de beleza (exceto clínicas de estética): funcionamento das 7h às 21h;

Advertisement

– Shoppings populares: funcionamento das 11h às 19h;

 – Comércio varejista de móveis, artigos domésticos, cama, mesa e banho, tecido e afins: funcionamento das 11h às 19h;

– Comércio varejista de perfumaria, cosméticos e higiene pessoal: funcionamento das 11h às 19h;

Advertisement

– Comércio varejista de papelaria, livraria, brinquedos e afins: funcionamento das 11h às 19h;

– Comércio varejista de veículos, peças e acessórios: funcionamento das 8h às 17h.

De acordo com a prefeitura, o processo de reabertura das próximas fases só será realizado se houver sinalização positiva dos especialistas em relação às fases anteriores.

Advertisement

“Todos os dias vamos monitorar. Ao menor sinal de perigo, esse processo pode parar ou voltar (à fase anterior). Pode voltar, pode haver lockdown. Vai depender dos nossos indicadores sempre. Se os indicadores que temos mostrarem que estão piorando, podemos interromper esse processo a qualquer hora”, afirmou o secretário municipal de Saúde, Jackson Machado Pinto.

Medidas de prevenção

Os estabelecimentos deverão seguir uma série de normas sanitárias para a sua reabertura. Entre elas estão o uso obrigatório de máscaras de proteção, a exposição de cartazes educativos e o respeito ao distanciamento social.

“O sucesso e a progressão (da reabertura) vão depender basicamente da população entender que é muito importante que continuemos em casa e que mantenhamos o distanciamento social”, disse Jackson.

Advertisement