Em entrevista exclusiva ao jornal Estado de Minas, publicada no dia 30 de junho (veja aqui), o prefeito Alexandre Kalil prometeu abrir 209 vagas de UTI durante o mês de julho, em BH.

Dados publicados pela própria PBH mostram que o número não foi atingido.

No primeiro dia de julho o boletim emitido pela prefeitura mostrava que a cidade tinha 331 leitos de UTI (específicos para covid-19). No último dia do mês, haviam 422.

Advertisement

Os 91 leitos representam menos da metade do que foi prometido.

Se a ampliação tivesse sido feita, a taxa de ocupação seria de 68% e não 87,7%.

Advertisement

Advertisement