O vereador de BH Nikolas Ferreira (PRTB), usou suas redes sociais para rebater o artigo da Folha de São Paulo, que neste sábado, 10, disse que ele era um parlamentar gay.

Ainda neste domingo, o autor do artigo, Lucas Bulgarelli, foi ao Twitter e disse que a frase acabou saindo mal escrita e que sua intenção não era afirmar que Nikolas era gay, mas dizer que o tema foi debatido por sua candidatura conservadora.

À seu pedido, o artigo foi alterado no site da Folha.

Advertisement

Advertisement

Na primeira versão, o artigo dizia: “Os dois vereadores mais votados eram LGBTQIA+, mas o que ocorreu no pleito vai além: enquanto Duda Salabert (PDT) concorreu com uma agenda marcada pela valorização da diversidade sexual e de gênero, Nikolas Ferreira (PRTB) foi escolhido em razão de seu alinhamento com o bolsonarismo e de sua defesa de valores conservadores”.

A nova versão diz: “Os dois vereadores mais votados eram engajados em temáticas LGBTQIA+, mas o que ocorreu no pleito vai além: enquanto Duda Salabert (PDT) concorreu com uma agenda marcada pela valorização da diversidade sexual e de gênero, Nikolas Ferreira (PRTB) foi escolhido em razão de seu alinhamento com o bolsonarismo e de sua defesa de valores conservadores”.

Advertisement