O secretário de Estado de Saúde de Minas Gerais, Fábio Baccheretti, informou que o governo, a Fundação Ezequiel Dias (Funed) e um laboratório americano estão em conversas adiantadas para a fabricação de uma vacina contra a Covid-19 própria da Funed. De acordo com o secretário, durante a sua participação na Assembleia Fiscaliza, o contrato de transferência de tecnologia já está em análise final na Advocacia Geral do Estado (AGE).

A Funed já vem trabalhando em parceria com a UFMG para a produção de uma nova vacina, além disso, segundo Baccheretti, essas tentativas com um laboratório internacional seriam para dar à fundação independência na produção de vacinas no Estado.

“Pensando em outras pandemias que possam vir, que a gente consiga uma transferência de tecnologia mais moderna, muito parecida com a da Pfizer. Caso a gente consiga essa tecnologia, a gente pode produzir uma nova vacina quando vier um novo vírus”, afirmou o secretário.

Advertisement

“Temos um pré contato com um laboratório americano e estamos na fase final de avaliação jurídica para que a gente consiga avançar na assinatura desse contrato com transferência de tecnologia”, informou. 

De acordo com informações de Bacchereti, o laboratório se chama Covax, uma fábrica que fica localizada em Taiwan, mas que irá mudar de nome.

Advertisement

O secretário de Saúde afirmou que ainda não se sabe se será preciso uma dose de reforço ou duas doses novamente em 2022. De acordo com ele, nessa perspectiva, o Estado trabalha na produção da vacina própria, seja nos estudos das Funed e UFMG ou na transferência de tecnologias de laboratórios internacionais.

Além disso, Fábio afirmou que o governo de Minas Gerais já enviou à Anvisa pedido de autorização para a compra emergencial da Sputinik para 1% da população do Estado (200 mil doses).

Advertisement