A onda de frio que prevalece em Minas Gerais continua nesta semana. Na manhã desta segunda-feira, a mínima em BH foi de 9,2°C, com sensação térmica de 0°C nas regiões mais elevadas e com maior vegetação da cidade. Além disso, a máxima não deve passar dos 22°C.

Ao longo da semana, a tendência é de que as temperaturas voltem a subir na capital. “A madrugada ainda deve ser bastante fria amanhã (24), com temperaturas entre 8 e 9 graus e máxima que não ultrapasse os 23. Na quarta começamos a ver uma ligeira elevação nas mínimas até que na sexta a máxima chega a 26°C”, explica Anete Fernandes, meteorologista do 5° Distrito do Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia).

Advertisement

O frio “congelante” desta manhã foi sentido nas regiões mais altas de Belo Horizonte, como nos bairros Olhos D’Água, Buritis, Belvedere e as proximidades de Nova Lima. Já na Pampulha, onde as rajadas de vento foram mais fracas, a mínima chegou a 10,3°C,

“Às vezes a sensação térmica de 0°C pode não ser muito representativa para as regiões mais urbanizadas, mas o que não significa que não tenha sido uma manhã de frio intenso”, afirma a meteorologista.

A nebulosidade também deve começar a perder força na capital a partir desta segunda-feira. “Esse sistema foi uma exceção, em que o frio e a nebulosidade chegaram juntos. A grande formação de nuvens permitia que a radiação chegasse e intensificou o frio. Agora, há uma tendência de abertura no céu, sem chance de chuva”, completa Anete.

Advertisement

Apesar do frio intenso desta segunda-feira, a manhã mais fria do ano foi no dia 29 de maio, em que os termômetros registraram 8,3°C. No entanto, o dia mais frio foi o último sábado (22), com a temperatura máxima não ultrapassando os 15°C.