Depois do desastroso pronunciamento que o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) fez na noite desta terça-feira, 25, quando usou a rede de rádio e TV, sua queda já é dada como certa.

Os presidentes da Câmara e do Senado, Rodrigo Maia e Davi Alcolumbre repudiaram o discurso, que basicamente orienta a população e não seguir as recomendações do próprio Ministério da Saúde.



Leia também: Fernanda Gentil fala pela primeira vez sobre cirurgia nas mamas e conta detalhes; veja aqui

Para Bolsonaro, as pessoas deveriam ignorar a pandemia, que para o FMI deve ser tratada com recursos de guerra, e sair pelas ruas livremente.

Segundo o político, para evitar prejudicar a economia, as pessoas deveriam se expôr ao risco.

Logo após o pronunciamento, recebido com um grande panelaço em BH, o prefeito de Belo Horizonte suplicou à população: “Por favor fiquem em casa”.