Com mais de 60 dias do decreto de fechamento do comércio de BH, diante da pandemia da Covid-19, o presidente Ricardo Rodrigues da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes em Minas Gerais (Abrasel), cobra um posicionamento do prefeito Alexandre Kalil. Isso porque o setor não se encaixou na primeira fase de reabertura dos serviços.

Rodrigues afirmou na página do Facebook da instituição, que seria extremamente necessário que a PBH desse uma previsão de quando poderia ser a retomada do setor. “O que aflige é que nós não temos uma certeza. A gente queria que o prefeito Alexandre Kalil tivesse colocado também uma data para que a gente tivesse como programar, como planejar”.

Após os cálculos de demissões no setor, estima-se que já são mais 35 mil desempregados.

Advertisement

Vídeo divulgado hoje pela instituição traduz em uma música as dificuldades enfrentadas pelo setor: A letra foi criada por Daniel Borges representante da Abrasel, nela é retratado o descaso da prefeitura para com o bares e restaurantes de Bh. “É um pedido de socorro, uma promessa que irá cuidar bem dos que forem visitar e após um questionamento – Se continuar com esse descaso -Vamos sobreviver?”

Um trecho da música:

“Venha me ouvir pra eu não chorar,

Advertisement

Quando nasci, foi pra levar 2x

Alegria pra Bh

Quero saber como vai ser

Advertisement

Se podemos um novo viver

Nós do restaurante e do bar

“Eu quero saber, sobreviver”

Advertisement

Música: Quando você me enxergar Letra: Daniel Borges (Abrasel) / Interprete: Lívia Itaborahy

Veja o vídeo:

Advertisement

Na última nota divulgada sobre o tema, a Prefeitura de Belo Horizonte afirmou que até o momento não há possibilidade de concessão de benefícios a setores econômicos. Ainda destacou que embora a situação desse setor seja uma preocupação da Prefeitura – a prioridade a primeiro momento são as despesas associadas à assistência à saúde dos cidadãos.