Segundo a história, os jogos de mesa ou também conhecidos como jogos de tabuleiro, surgiram na antiga Mesopotâmia por volta de 5.000 anos a. C. De acordo com a tradição mesopotâmica, esses jogos eram considerados objetos de extremo valor sentimental para as pessoas, pois se constituíam em oportunidade de divertimento e entrosamento entre amigos ou membros da mesma família.

Os jogos de mesa eram tão valorizados nessa época remota, que era costume enterrá – los junto a seus donos pois acreditava-se que o pós morte era um lugar enfadonho e ocioso, desta forma, guardar os joguinhos nos túmulos dos mortos era uma maneira de salvar o falecido de tanto tédio e garantir entretenimento ao ente querido por toda a eternidade.

Como exemplos desses emblemáticos jogos antigos, é possível citar o Senet e o Chaturanga, sendo este último considerado um dos precursores do tradicional e mundialmente aclamado xadrez. Ambos utilizavam pecinhas de madeira, imagens da época como figuras de animais e pessoas, além de pedras ou pequenos dados como recursos numéricos para o desenrolar das partidas, que evoluíram ao longo da história.

Advertisement

A partir das novas relações comerciais e mudanças culturais estabelecidas através do fluxo de mercadorias na Ásia, mais ou menos por volta de 31 anos a.C., jogos como o Senet, Chaturanga e diversos outros, que hoje são peças de museus importantes como o Britânico, foram sofrendo diferentes modificações e aos poucos adquiriram distintos formatos, cores e materiais.

Falando especificamente sobre o Xadrez e seu suposto pai, o Chaturanga, especula-se que teria surgido na antiga Índia e que provavelmente todos os grupos presentes no jogo atual são inspirados nas quatro subdivisões do exército indiano daquela época, mas somente no Século XV haveria o jogo adquirido a forma que conhecemos hoje, isso depois de muitos contatos com diferentes povos.

Jogos de Mesa modernos

A maioria dos jogos que conhecemos hoje provém do período que sucede à revolução Industrial, a partir daí, com a possibilidade de produção em escala e maior circulação, esses recursos de diversão se difundiram amplamente pelo mundo, se convertendo em sensação da infância de muitas gerações, porém antes disso fizeram história também no cenário das grandes guerras que assolaram a humanidade.

Advertisement

Conta-se que os soldados que lutaram ao longo das duas grandes guerras mundiais eram colocados para disputarem partidas de jogos de tabuleiro com os outros camaradas, desta forma, eram estimulados a pensar e a raciocinar logicamente. A ideia era aprender a criar estratégias de defesa e ataque, além de desfrutar um pouco de alguma distração em meio ao ambiente hostil.

No período conhecido como Guerra Fria, foram se tornando populares e alcançaram alto índice de fabricação, principalmente nos Estados Unidos e na Europa, a maioria dos tradicionais jogos de mesa da atualidade, a exemplo a Dama, vários jogos de cartas, dominó, além de outros que permearam o lúdico e divertido mundo das crianças que não conheciam as atrações do ciberespaço.

Atualmente, também são diversas as opções de jogos de mesa online disponíveis.

Advertisement