Pela primeira vez, desde o início do levantamento, a transmissão do novo coronavírus atingiu o seu menor índice em BH, sem 1,0. No entanto, o nível de alerta geral ainda está no máximo.

Isso significa que, atualmente, uma pessoa transmite a doença para o mesmo número de pessoas, ou seja, apenas um. De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, isso indica estabilização na expansão da doença, porém, o patamar elevado do número de novos infectados ainda permanece alto e tende a manter a alta ocupação dos leitos.

Advertisement

No dia 10 de julho, BH tinha 10.618 casos confirmados de COVID-19. Já nesta última quinta-feira (16) eles foram para 13.559, um aumento de cerca de 28% em menos de uma semana. Apesar de uma leve redução no número de pessoas internadas, o índice de leitos continua no vermelho. Atualmente, a ocupação nos leitos de UTI para o novo coronavírus é de 85%, já de enfermaria é 74%.

Tanto os índices de transmissão quanto de ocupação dos leitos são uma base para a PBH estudar as medidas de contenção da doença e também a flexibilização do comércio. Atualmente, apenas os serviços essenciais podem funcionar na capital.

Advertisement