O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM), finalmente decidiu mudar de partido e vai se filiar ao PSD, partido de Alexandre Kalil, para concorrer à presidência.

A informação foi confirmada pelo jornal Estado de São Paulo nesta terça-feira, 19.

Segundo o jornal o senador já avisou a direção do partido, que está se fundindo com o PSL para formar o União Brasil.

Advertisement

Pacheco pretende realizar um evento em Minas Gerais para receber prefeitos de todas as regiões. Ele, inclusive, quer convidar novos prefeitos a mudarem de legenda junto com ele.

Rivais em 2016 na disputa pela prefeitura de Belo Horizonte, Kalil e Pacheco serão aliados na disputa pelo governo de MG e presidência.

Outros nomes da política local devem chegar ao partido em breve.

Advertisement