O repórter Arcênio Corrêa, da TV Integração, afiliada da Globo em Minas Gerais, foi agredido na manhã desta quarta-feira (29). Enquanto conversava com funcionários do Pronto Atendimento de Saúde Municipal na cidade de Prata, ele recebeu um mata-leão e precisou da ajuda do cinegrafista para conseguir se soltar.

Durante a entrevista, um homem que se identificou como Jaquenes Melo, médico, foi tomar satisfação contra a equipe. Uma segunda pessoa, não identificada e que estava por perto segurou o repórter por trás e o enforcou. 

O cniegrafista, Stanley Matias, então deixou a câmera ligada, mas saiu para tentar separar os dois. Ele quase recebeu um soco de um dos agressores.

Advertisement

Na sequência, um dos envolvidos saiu do tumulto, jogou um celular no chão e fugiu. A equipe da TV Integração acionou a Polícia Militar e registrou um boletim de ocorrência. O repórter passa bem.

O prefeito de Prata, Anuar Arantes Amuy (MDB), informou que vai instaurar um procedimento administrativo para apurar o ocorrido e punir os agressores.

Advertisement

Arcênio Corrêa informou que conversava com moradores para explicar qual era a situação do prédio do posto de saúde da cidade. Em entrevista ao G1, o diretor de Jornalismo da afiliada da Globo em Uberlândia, Paulo Eduardo Vieira, lamentou o caso.

“Exatamente quando ampliamos nossa cobertura para divulgar as propostas dos candidatos a prefeito de mais cidades de nossa área de cobertura ocorre algo lamentável assim”, disse ele.

Confira o momento da agressão:

Advertisement

Advertisement

Advertisement