Um decreto publicado pela Prefeitura de Belo Horizonte nesta sexta-feira (04) trouxe um recuo nas medidas de flexibilização do comércio da capital. A partir da próxima segunda-feira (07), véspera de feriado na cidade, o consumo de bebidas alcoólicas volta a ser proibido em bares, restaurantes e outros estabelecimentos de alimentação. Por outro lado, eventos natalinos serão permitidos, com algumas regras.

O Decreto 17.484, assinado pelo prefeito Alexandre Kalil (PSD), leva em conta “as análises sistemáticas dos indicadores epidemiológicos e de capacidade assistencial realizadas pelo Comitê de Enfrentamento à Epidemia da COVID-19”.

De acordo com o novo decreto, padarias, lanchonetes, bares, restaurantes, cantinas, clubes, sorveterias podem continuar servindo alimentos no local, menos bebidas alcoólicas. A restrição também vale para feiras públicas ou licenciadas em propriedades públicas e privadas em Belo Horizonte.

Advertisement

O último boletim epidemiológico do município, divulgado nesta quinta-feira (03), aponta o crescimento nas taxas de ocupação dos leitos das Unidades de Terapia Intensiva (UTI) e enfermaria específicos para a doença. Na quarta-feira (02), os números estavam em 43,6% e 41,7%, respectivamente. Ontem, os indicadores apontaram 45,7% (UTI) e 45,5% (enfermaria).

Advertisement