A Polícia Militar (PM) e o Ministério Público de Minas Gerais (MPMG), em parceria com o Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ), realizaram na manhã desta terça-feira (23) uma operação em BH para encontrar a esposa de Flávio Queiroz. A suspeita era de que ela estava hospedada na casa de parentes.

Márcia de Oliveira Aguiar está foragida desde a semana passada, quando o marido foi preso. Ao todo, quatro mandatos de busca e apreensão foram enviados pelo Grupo de Atuação de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) do Rio de Janeiro para serem cumpridos em BH.

Militares do batalhão de Choque fizeram buscas em vários endereços. Um deles, localizado no bairro São Bernardo, na região norte da capital. Nele, moram uma sobrinha e uma prima de Queiroz.

Advertisement

Até o momento, Márcia ainda não foi encontrada.

Prisão de Queiroz

Flávio Queiroz foi preso na última quinta-feira, na cidade de Atibaia, interior de São Paulo. Ele estava em um imóvel que pertence à Frederico Wassef, então advogado da família Bolsonaro.

Advertisement

Queiroz é investigado por um suposto esquema de “rachadinha” na Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj), local onde Flávio Bolsonaro, um dos filhos do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), atuou como deputado estadual entre 2003 e 2018.