O procurador-geral de Belo Horizonte, Castellar Guimarães Filho, teve o seu pedido de demissão negado pelo prefeito Alexandre Kalil (PSD). A PBH divulgou uma nota informando sobre a decisão do chefe do Executivo, mas sem entrar em detalhes sobre os motivos da recusa da entrega do cargo.

“O prefeito não vai aceitar o pedido de demissão do procurador-geral do município, Castellar”, informou a nota.

Advertisement

Kalil e Castellar têm em comum a sua ligação com o Atlético Mineiro. Enquanto o atual prefeito foi presidente do clube entre 2008 e 2014, o procurador-geral hoje ocupa a presidência do Conselho Deliberativo.

O advogado Castellar Modesto Guimarães Filho ocupa o cargo de procurador-geral desde 2019 Ele substituiu Tomáz de Aquino Resende, que alegou “interesses pessoais, incompatíveis com a função pública de procurador”.

Advertisement