Se na manhã desta terça-feira, 1, o deputado, radialista e diretor da Itatiaia João Vitor Xavier postava homenagem ao Dia da Imprensa, de noite ele resolveu atacá-la.

“Lamento o baixíssimo nível do pseudojornalismo do site MoonBH. Não é verdade que estou mudando de partido ou que estive com o prefeito de Belo Horizonte tratando dessa pauta”, disse ele sobre este site.

João Vitor se refere a matéria “João Vitor Xavier foi a casa de Kalil fazer as pazes e discutir se muda para o PSD”.

Advertisement

Como explicado na matéria, logo no título, a conversa discutiu se ele mudaria ou não. A verdade é que procurado para comentar o assunto, João tenha se recusado a falar com o Moon BH.

É triste que o deputado e também jornalista tenha preferido atacar o veículo de imprensa ao invés de estabelecer um diálogo, que estava e continua aberto.

João Vitor Xavier nega mudança para o PSD

Advertisement

Advertisement

“Sou presidente do Cidadania, em Minas Gerais. Partido com o qual me identifico e tenho enorme prazer em compor seus quadros. Conversar com políticos é parte da atividade de todos que fazem vida pública. Mentir e inventar fatos é coisa de quem não honra o jornalismo. Lamentável matéria!”, continuou.

Globo Minas checa declarações de João Vitor Xavier e conclui que são falsas.

Entretanto, por muitos anos o deputado também se identificou e teve o prazer de pertencer ao PSDB, onde foi secretário: “Tive a honra de ser eleito Secretário-Geral do partido em Minas Gerais o segundo cargo mais importante do PSDB-MG”.

Há várias semanas especula-se que o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco hoje presidente do DEM, em Minas Gerais, deve migrar para o PSD.

Advertisement

“Baixíssimo nível do pseudojornalismo do site MoonBH”

Chama atenção que, quando lhe conveio, João Vitor Xavier não considerava o “pseudojornalismo do MoonBH” como de “baixíssimo nível”.

No dia 28 de abril de 2020, por exemplo, publicamos em primeira mão que a PBH gastaria R$ 44 milhões com as empresas de ônibus. No dia seguinte o assunto repercutiu na Globo Minas e também no Twitter de João Vitor Xavier, que descreveu a situação quase que de forma idêntica ao nosso título.

Advertisement

Mais uma vez lamentamos que políticos escolham atacar veículos de imprensa toda vez que algo que não lhes agrade for publicado.

Advertisement

Pelo quarto ano seguido, o Brasil caiu no ranking de liberdade de imprensa no mundo. Segundo o levantamento divulgado pela associação Repórteres Sem Fronteiras, no último dia 20 de abril, entramos em uma zona vermelha e hoje ocupamos a posição 111° no mundo.