A Prefeitura de Belo Horizonte fará, em 2020, o maior gasto com publicidade da história da capital. Serão mais de R$ 46 milhões para promover as ações do governistas.

Quem chamou atenção para o valor foi o vereador Gabriel Azevedo (PATRI), ainda em fevereiro, que criticou a quantia em ano eleitoral.

Na última quarta, 27 de maio, o Diário Oficial do Município (DOM), revelou que só no primeiro trimestre foram gastos mais de R$ 10 milhões. Como foi Gabriel Azevedo quem colocou em pauta a ação da PBH, o Moon BH o ouviu sobre o que pensa de tanto dinheiro sendo gasto com propaganda quando enfrentamos a maior pandemia da história da cidade:

Advertisement

“Não é o momento de fazer gastos com publicidade. Estamos vivendo uma situação de calamidade pública com a pandemia do novo coronavírus e todos os recursos financeiros do caixa municipal deveriam ser destinados ao controle da doença, atendimento médico à população e iniciativas para diminuir o desemprego na cidade. É dinheiro demais para propaganda”.

De acordo com o vereador, o gasto poderia ser ainda maior, não fosse ação da câmara: “Lembro que os gastos com publicidade seriam ainda maiores se não fosse a intervenção da Câmara Municipal, que fez um acordo com a prefeitura para que o Executivo cortasse R$ 15 milhões da verba de publicidade e destinasse o dinheiro para ações de saúde”.

Para Gabriel Azevedo, a prefeitura deveria suspender os gastos imediatamente: “Sugiro a imediata suspensão de campanhas publicitárias do município, com exceção das destinadas a orientar a população a respeito da pandemia de Covid-19. É claro que a Prefeitura deveria reverter sua decisão. Há muitas prioridades que precisam ser atendidas. Esse valor poderia ser destinado à compra de testes rápidos para a detecção do novo coronavírus, o que seria muito mais útil e daria à cidade melhores condições de enfrentar a doença”.

Advertisement

Por fim, o Moon BH questionou o vereador se ainda pensava da mesma forma quando afirmou, no Twitter, que o prefeito Alexandre Kalil não governava pensando nos mais pobres e sim em sua reeleição:

“Sim. não há porque modificar meu posicionamento. A Prefeitura tem agido corretamente em muitos momentos dessa pandemia, mas a destinação de recursos volumosos para publicidade é um erro grave”.

Gabriel Azevedo x Alexandre Kalil

Advertisement

Além de ser um dos vereadores mais conhecidos da cidade, Azevedo ganhou destaque por ter sido coordenador de campanha do prefeito em 2016. Se destacou ao fazer uma campanha com pouco dinheiro e quase nada de televisão.