Nos primeiros três dias da instalação das barreiras sanitárias em Belo Horizonte, 218 pessoas com sintomas de COVID-19 foram encaminhadas para hospitais da capital. No total, foram abordadas 41.122 pessoas, em 22.100 veículos.

Na segunda-feira (18), 10 barreiras foram instaladas. Hoje, quinta-feira (11), o número é de 11 barreiras. O objetivo é a ativação de 18 barreiras sanitárias em pontos da cidade.

Advertisement

O número de pessoas encaminhadas para atendimento médico cresce a cada dia. Na segunda-feira, foram 11.284 pessoas avaliadas e 65 encaminhadas ao atendimento. Na terça-feira, o número de avaliados passou para 15.011 e 71 com sintomas. Já nesta quarta-feira, foram 15.427 pessoas abordadas e 82 encaminhadas para os hospitais.

Barreiras Sanitárias

As barreiras foram montadas em locais estratégicos da cidade para conter o aumento no número de casos do novo coronavírus. Na abordagem, os profissionais de saúde fazem a escuta de motoristas e passageiros e aplicam um questionário.

Dentre as perguntas feitas, os profissionais questionam se a pessoa teve contato com alguém com suspeita ou caso confirmado da doença e se apresentou algum sintoma, como dor de garganta, tosse e perda de olfato ou paladar. Todas as respostas são registradas em um formulário.

Advertisement

Além disso, são medidas as temperaturas corporais de cada integrante do veículo. O profissional também orienta sobre o uso correto de máscaras e outras medidas de prevenção. A ação dura menos de um minuto.

Todas as pessoas paradas na barreira que apresentam os sintomas de COVID-19 recebem uma ficha de encaminhamento com a recomendação de procurar uma unidade de saúde específica da capital.

Advertisement