A capital mineira registrou no último sábado (03) temperaturas tão altas, que desafiaram até mesmo aqueles que afirmam que gostam de calor. Mas a questão que fica é: quando virão as chuvas?

As notícias são boas. Isso porque uma frente fria que passa pelo litoral do Rio de Janeiro vai fazer a temperatura cair um pouco. No entanto, o alívio definitivo deve chegar apenas na segunda quinzena de outubro.

“A gente só deve esperar uma diminuição (na temperatura) mesmo depois do dia 12 (de outubro. Vai chegar uma frente fria que vai provocar chuvas na Região Central (onde está Belo Horizonte), Sul de Minas, Zona da Mata e no Leste do estado”, afirma o meteorologista Ruibran dos Reis.

Advertisement

“Até dia 12, ainda continua quente, com umidade relativa do ar comparada a de desertos”, completa o especialista.

Influência das queimadas

O calor excessivo e o tempo seco estão sendo influenciando o aumento das queimadas e dificultando a vida dos brigadistas, voluntários e bombeiros.

Advertisement

Na Serra do Cipó, por exemplo, as queimadas já duram oito dias. Outra unidade de conservação, o Parque Estadual do Itacolomi também está com incêndios nos últimos dias.

De acordo com o meteorologista, Ruibran dos Reis, a influência é clara. “É um período quente realmente (a primavera). Agora, quando a gente fala que tem relação com as queimadas, é porque o Brasil é um dos maiores contribuintes para o aquecimento global”, opina.

Advertisement