Muita gente começou a perceber similaridade na argumentação usada para a mineração na Serra do Curral, em BH, e no filme indicado a quatro Oscar ‘Não Olhe Para Cima’, da Netflix.

O filme conta a história de cientistas tentando alertar governantes e a população comum sobre um terrível meteoro que cairá na Terra, eliminando toda a vida. Com a tecnologia atual, era possível salvar o planeta, desviando o objeto. Entretanto, um grande empresário descobre que dá pra minerar o meteoro e ganhar muito dinheiro. Por fim seu plano falha e a consequência é a destruição final do planeta. O empresário que queria minerar o asteróide se salva viajando para outro planeta. Junto ele leva os governantes que lhe apoiaram e outros ricaços.

Neste post vamos contar um pouquinho de cada personagem. Será que dá, mesmo, para fazer algum paralelo com a situação atual na Serra do Curral? Veja abaixo e faça seu próprio comparativo:

Advertisement

No filme, a atriz Mary Streep interpreta uma governante que não dá bola para a situação do planeta e tenta convencer a população a parar de comentar, conversar e até mesmo acreditar no risco da destruição do planeta. Entoa um “não olhe para cima”. Preocupada com as eleições, que estão chegando, é a primeira a se unir ao empresário que quer minerar o asteróide ao invés de desviá-lo da nossa rota.

Advertisement

Já o ator Mark Rylance vive um bilionário que convence a governante a deixar de lado a salvação do planeta para que ele possa minerar o meteoro que está caindo na Terra. Seu principal argumento é que esta mineração trará grandes avanços e benefícios para o planeta. Quando seu plano falha, foge em um foguete junto de outros bilionários e leva junto a governante.

Leonardo DiCaprio e Jennifer Lawrence interpretam cientistas que alegam terem feito inúmeros cálculos e o resultado é sempre o mesmo: se deixarmos a situação como está, o planeta será destruído. Apesar de todos os dados e estudos científicos, eles são completamente ignorados e por vezes até ridicularizados.

Advertisement

Cate Blanchett e Tyler Perry interpretam a parte da imprensa que até dá voz aos cientistas, mas já escolheu ficar do lado da governante e do bilionário que querem deixar o meteoro cair no planeta para minera-lo. Ao receberem os especialistas, chegam a debochar de seus argumentos alarmantes.

Jonah Hill interpreta o filho da presidente. Seu papel é servir de capacho da política e concordar com tudo o que ela diz ou pensa. Ironicamente, mesmo assim ele é deixado para trás e morre junto de todo mundo, no final.

Advertisement

Adam McKay interpreta um membro do governo que coloca os interesses da mineração no meteoro acima da sobrevivência da humanidade em troca de migalhas e ganhos pessoais.

Advertisement

Timothée Chalamet e seus amigos interpretam parte da sociedade civil, que acompanha toda a polêmica, mas se mantém distante do problema até que seja tarde demais.

O final do filme mostra os ricaços chegando em outro planeta e simboliza a impunidade de governantes e milionários que se salvaram após suas atitudes terem destruído o planeta e todas as pessoas comuns, sem privilégios.

Advertisement

E aí, achou pelo menos alguma semelhança entre o filme e a situação atual de Belo Horizonte? Encontramos um vídeo que resume o filme em 5 minutos. Veja ou relembre o filme:

Advertisement