Diferente do que pretende fazer no Rio de Janeiro com Marcelo Crivela, em São Paulo com Celso Russomanno e em Fortaleza com Capitão Wagner, em Belo Horizonte Bolsonaro não deve fazer grandes esforços por seu candidato, Bruno Engler.

O presidente até gravou um vídeo com Engler, mas disse que “eu não vou fazer campanha para você não, mas se eu fosse eleitor mineiro, votaria em você”.

A pergunta que ficou é, afinal de contas, por que Bolsonaro não pode fazer campanha para Engler quando vai fazer para outros candidatos? Ou simplesmente não quer?

Advertisement

Ao que tudo indica, tenta fugir da humilhação de ver seu candidato perder com larga vantagem e nem chegar ao segundo turno.

Não seria o primeiro. Em 2012 Patrus viu o apoio de Lula e Dilma, então cheios de popularidade, não fazer efeito na capital e acabou perdendo para Márcio Lacerda.

Em 2016 acredita-se que o apoio de Aécio Neves para João Leite mais atrapalhou do que ajudou.

Advertisement

Hoje, segundo as pesquisas, o candidato que tem mais chances contra Kalil é o deputado estadual João Vitor Xavier.