A multinacional americana, Amazon, está expandindo as suas operações no Brasil e o próximo local que receberá um centro de distribuição será Betim. Com previsão de entrar em funcionamento nos próximos dias, o empreendimento vai receber cerca de R$ 120 milhões em investimento e gerar mais de 250 postos de trabalho no estado, além das vagas indiretas, que podem ser mais de 500 ao todo.

“A Amazon chega em um momento extremamente positivo para Betim e para Minas Gerais. Conseguimos, em três anos e meio de governo, ampliar o complexo viário da cidade, garantindo, com eficiência, as operações de logística dentro do município, e também suas conexões para outras cidades e outros Estados”, analisa o prefeito Vittorio Medioli (PSD).

As negociações entre o governo de Minas Gerais e a Amazon para criar a estrutura em Betim vem acontecendo desde 2019. “A empresa, nessa etapa, vai investir inicialmente R$120 milhões. Vale lembrar que por trás desse empreendimento, cria-se muitas oportunidades na prestação de serviços logísticos, de tecnologia, de manutenção e etc”, informou o governador Romeu Zema (Novo).

Advertisement

Para o secretário- adjunto da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Fernando Passalio, a instalação está alinhada ao projeto de “diversificação da economia” e mostra “o potencial do Estado em se tornar, cada vez mais, um grande hub logístico para o restante do país”.

Betim como polo logístico e industrial

Os distritos industriais de Betim têm obras de 87 novos empreendimentos. Além disso, a prefeitura já tem mais de 111 pedidos em análise.

Advertisement

“Desde 2017, o e-commerce da Amazon vem revolucionando o mercado online brasileiro. Betim também está revolucionando a forma de fazer gestão e administrar uma cidade. Além de criar infraestrutura, melhorou a qualidade de vida da população, está diversificando sua economia, simplificando a atividade empresarial, garantindo sua economia, simplificando a atividade empresarial, garantindo o progresso e, em breve, concluirá as obras de um grande parque aeroviário que vai abrigar um grande aeródromo, mais focado no transporte de cargas, transformando ainda mais a realidade de todo o cinturão metropolitano, com geração de riquezas, mais empregos e qualificação profissional. Talvez por isso a cidade tenha sido escolhida por essa gigante da tecnologia”, analisa o prefeito de Betim.