A cidade de Ouro Preto é conhecida por ter um dos Carnavais mais tradicionais do Brasil. Festas universitárias e os famosos blocos trazem turistas de todos os cantos para aproveitarem as inúmeras horas de open-bar. Para algumas pessoas, o carnaval da cidade está acabando, por conta do crescimento do carnaval de Belo Horizonte, mas a Liga dos Blocos vem para mostrar que isso está longe de acontecer.




Com grandes shows, o evento reuniu milhares de pessoas. A área mais nobre é também a que tem melhor custo benefício: o camarote é completamente open bar e open food!

Bloco do Caixão

O Bloco do Caixão aconteceu no sábado, abrindo os quatro dias de blocos. A tarde ensolarada não poderia combinar mais com o clima da festa. Jerry Smith foi a primeira atração e deixou todos os foliões muito animados. Esse foi o segundo ano consecutivo que a estudante Rúbia Mansano compareceu ao bloco, para ela ter um bloco com várias atrações de funk é uma ótima alternativa para aqueles que querem algo diferente do carnaval tradicional.




Bloco Cabrobró

Advertisement

O segundo dia foi marcado pelo Bloco Cabrobró. Apesar do frio e da chuva, os foliões ficaram muito animados ao som de Parangolé, MC Gui e outras atrações. Não teve uma pessoa que ficou parada com a energia daquele lugar.

Bloco da Praia

O Bloco da Praia abriu o terceiro dia de folia com a Banda Eva. Afinal, quando a gente pensa em carnaval, Axé é uma das primeira coisas que passam em nossa cabeça. A empolgação estava tão grande que até o vocalista da banda, Felipe Pezzoni, foi parar no meio dos foliões. A festa ainda contou com a presença de Pedro Sampaio, um dos destaques de 2019.




Bloco Chapado

Advertisement

E para quem aguentou, o último dia foi marcado pelo Bloco Chapado. O cantor Thiaguinho abriu o show com muita animação, levando os foliões à loucura, mas debaixo de muita chuva. O resto do dia contou com a atração, já garantida, de Dennis DJ, com mais de 3 horas de show. Esse foi o primeiro ano da estudante Maria Luísa Andrade no bloco. “Adorei a experiência, com Thiaguinho não tem como errar. O show do Dennis e do Bruno martini também foram incríveis. No próximo ano com certeza estarei aqui novamente, me arrependo de não ter vindo nas edições anteriores”, contou ela.

A Liga dos Blocos veio para mostrar que o carnaval de Ouro Preto continua vivíssimo e ainda têm muitos anos pela frente. Então se você está procurando muita festa, animação e bebedeira no próximo carnaval, já sabe para onde ir!

Um legado para a Ouro Preto

Advertisement

Três instituições sociais de Ouro Preto/MG recebem doação de materiais da festa da Liga dos Blocos de Carnaval de Ouro Preto, formada por Bloco do Caixão, Bloco Cabrobró, Bloco da Praia e Bloco Chapado. São mais de 10 toneladas de materiais recicláveis (latinhas, vidro, papelão e plástico polipropileno), que fornecem renda extra tanto para a manutenção das instituições como para seus colaboradores. A Associação de Catadores do Padre Faria, a Associação de Catadores da Rancharia e o Clube da Maioridade Renascer, reconhecidas pela atuação forte junto à comunidade ouro-pretana, são as instituições contempladas.




Os quatro dias de folia da Liga dos Blocos de Carnaval de Ouro Preto geram, aproximadamente, 400 mil latas (4 toneladas), 6.000 garrafas de vidro (aproximadamente 3 toneladas), cerca de 2 toneladas de garrafas pet e plásticos polipropileno (plástico pp) e 10 mil caixas de papelão (1 tonelada). A doação complementa a renda das associações, proporcionando ocupação e rendimentos, revertidos para novos atendimentos a moradores de Ouro Preto.

Desde 2005, a Liga dos Blocos faz a doação de materiais recicláveis para instituições de Ouro Preto. Posteriormente, o município aprovou uma lei em que todo o lixo produzido em eventos festivos deve ser reciclado, sendo que os produtores de eventos podem vender, doar ou reciclar o material. A Liga dos Blocos de Carnaval de Ouro Preto comemora ter implementado a doação a instituições que reciclam antes da aprovação da lei.

Advertisement