A justiça quer o repasse de informações da quadrilha interestadual de drogas para investigação da Polícia Federal , mas  a companhia do Facebook dona do WhatsApp se nega a fornecer informações, tal processo que culminou a prisão do vice presidente do Facebook (Diego Dzodan) em março deste ano.




No inicio de abril o WhatsApp adotou a criptografia (end-to-end), com isso, nem as companhias podem ver as mensagens, apenas as pessoas que estão na conversa podem ler.

Em Dezembro de 2015 também houve ordem de bloquei do app, foi determinado o bloquei por  48 horas, mas não durou tudo isso. O bloquei foi uma forma de vingança da Justiça  contra o Whatsapp por negar informações, e por negar a quebra de sigilo de dados trocados por investigados criminais.

As 5 operadoras de telefonia (Tim, Vivo, Claro, Oi e Nextel) já informaram que vão cumprir o mandado da justiça e suspender o serviço do WhatsApp por 72 horas à partir das 14:00 horas de hoje (02 de maio de 2016). A medida de justiça foi tomada pelo juiz Marcel Montalvão da comarca de Lagarto (SE).