Uma das repórteres mais experientes da TV Globo Minas, Isabela Scalabrini mora em Belo Horizonte e trabalha para o canal dos Marinho desde 1980.



Leia também: Revelado quanto ganha por mês um repórter da TV Globo Minas; veja aqui

Hoje âncora do MG1, ela só atua como repórter em ocasiões especiais ou grandes coberturas. Por isso segue dando expediente cobrindo o desastre de Brumadinho.

O problema é que neste fim de semana o nome dela entrou para os assuntos mais comentados do Twitter após ela fazer uma cobertura considerada “bizarra” pela web.

De dentro de uma sala no IML (Instituto Médico Legal), Isabela fazia perguntas para pessoas que estavam lá para informar o desaparecimento de familiares.




Leia também: 8 Refrigerantes que foram inventados em Minas Gerais e você não sabia; veja aqui

“Muito choro? Você ficou emocionada? A senhora estava procurando o seu marido? A senhora tentou ligar? E qual foi a notícia que os patrões do seu marido deram para você?”, perguntava às pessoas.

Ela entrou ao vivo pela Globo Minas, pelo Jornal Hoje e também pela Globo News. Sua participação ao vivo precisou ser encerrada antes do previsto em uma das situações após ela ser convidada a se retirar do local.

Vale lembrar que na cobertura do desastre de Mariana, há três anos, Isabela Scalabrini já havia chamado a atenção por discutir com moradores locais. Veja ambos vídeos abaixo:



https://www.youtube.com/watch?v=eVBXouGI4Yc