Depois que comecei a falar sobre viagens aqui no Moon BH, uma das perguntas que mais me fazem é quanto custa viajar para a Europa.




Foi justamente por esse motivo que eu fiz um post parecido, mas específico pra quem quer saber quanto custa se mudar para Portugal (leia aqui)

Quanto custa viajar para a Europa

Antes de respondermos essa questão, você precisa saber que apesar de não ser um continente muito grande, a Europa tem diferenças culturais e de preços gigantes.

Portanto uma viagem para a Lisboa poderá custar infinitamente menos do que uma para Londres.

Como eu conheço 17 países europeus, vou tentar dar uma perspectiva sobre cada pedaço do continente.

Passagem aérea, como economizar

As passagens aéreas saindo do Brasil podem sofrer uma variação enorme dependendo de onde você escolhe sair.

Bons preços podem ser encontrados saindo tanto de Salvador quanto de São Paulo. Portanto vale pesquisar porque você pode economizar comprando outra passagem pra ir a essas duas capitais pegar seu voo lá.




Eu já paguei R$ 1.900 ida e volta para Lisboa com conexão de 1 hora em Madri, com todas as taxas, pela Air Europe.

Se você tiver disponibilidade, procure a Air Marroc. Provavelmente fará uma conexão no Marrocos, mas eles pagam hotel, café, almoço e jantar (para conexões de mais de 24 horas) e você ainda conhece outro país economizando na passagem.

Pra economizar muito, tente testar as datas mais flexíveis possível e claro, compre as passagens com antecedência.

Os destinos mais populares entre brasileiros costumam ter passagens aéreas mais baratas. Isso é ótimo porque para rodar dentro do continente, você paga muito barato. Se liga na companhia Ryanair, eles tem voos entre países a partir de 10 euros.

Hotel ou Hostel?

Se você vai viajar com crianças, certamente um hotel vai garantir mais conforto e segurança. Neste caso, considere o transporte dentro da cidade. Ficar em um hotel um pouco mais caro, mas perto das atrações turísticas pode compensar por não ter que pagar passagens de metrô ou ônibus.

Espere gastar a partir de 200 reais por noite em um hotel razoável. Em cidades mais caras, considere a partir de 350.

Agora, se você vai viajar com amigos ou sem crianças, uma boa oportunidade de economizar dinheiro é optar pelos hostels.

Neles, você fica em quartos privados ou compartilhados com outras pessoas. É algo muito interessante porque possibilita que você conheça novas pessoas e como já aconteceu comigo várias vezes, saia junto com elas pra conhecer a cidade ou até pra balada.

No caso das moradias compartilhadas, você encontra diferentes preços dependendo do número de pessoas que vai dividir o quarto com você, do local, dos serviços oferecidos e da época do ano.




Esses valores podem variar, em reais, de 20 a 80 por noite, em média, dependendo dos fatores e do país.

Alimentação, qual seu estilo?

Pra falarmos sobre os preços de alimentação, precisamos entender as diferenças salariais de cada país europeu.

Alemanha, França, Bélgica, Irlanda e Luxemburgo formam a lista dos cinco maiores salários mínimos da Europa. Logo, viajar para esses lugares poderá encarecer um pouco sua alimentação.

Uma dica é comprar coisas nos supermercados e comer no hotel/hostel e levar algumas comidinhas para os passeios. Assim você compra apenas as comidas tradicionais de cada país.

Como eu ficava muito em hostels, sempre fazia amizade com os os outros hóspedes e a gente cozinhava junto.

Mas se você não vai abrir mão dos restaurantes, fugir um pouco da zona turística e procurar os restaurantes onde comem os locais pode ser uma saída.

Eu recomendo um mínimo de 20 euros por dia se você não for comer em restaurantes e pelo menos 50 para fazer todas as refeições em restaurantes, mas economizando e escolhendo.

Passeios e atrações

O que não falta na Europa é coisa pra fazer, principalmente se você curte arte, história e coisa antiga (afinal o apelido de lá é Velho Continente, né).

Normalmente ingressos para museus e atrações deste tipo custam entre 10 e 15 euros. Muitos possuem partes que podem ser acessadas gratuitamente. Na Torre Eiffel, por exemplo, você paga menos se subir de escadas ao invés de elevador.




Em Veneza, por exemplo, o passeio de gôndula custa 80 euros e não é negociável (mas você pode encontrar pessoas pra dividir a viagem).

Quanto custa a cerveja na Europa

Em Lisboa um copo de cerveja pode ser encontrado por cerca de 1,5 euro enquanto que em Londres sai por pelo menos 4,5 libras. Em Paris você pode encontrar por 4 euros.

Por isso é muito comum ver jovens comprando bebidas nos supermercados e beberem nas ruas ou em direção à balada. Lá é normal beber cerveja quente, não se preocupe.

O que mais compensa trazer pra casa

Se você tá indo pra lá, leva só o essencial pra poder trazer mais coisa pra casa. Roupas, perfumes e bebidas alcoólicas tem o melhor custo-benefício. Mas se ligue porque tudo que trouxer acima da cota geral de 500 dólares será taxado em incríveis 50%!!!

Um Vinho do Porto que aqui no Brasil custa 120 reais a garrafa, eu comprei em Lisboa por 3 euros (12 reais). Você pode voltar com até 16 garrafas (dentro do limite de 500 dólares), mas todas despachadas, ok?

Muito popular entre os brasileiros, você vai se encantar com a Primark. Eles tem blusas a partir de 1 euro (4 reais).