Márcio Lacerda está concorrendo ao Palácio da Liberdade neste ano mesmo com seu partido tendo barrado sua candidatura. O atual governador, Pimentel, espera que ele se junte à chapa para concorrer ao Senado ao lado de Dilma.




Pra quem não se lembra, ele foi prefeito de Belo Horizonte de 2008 ao fim de 2016. Apesar de ter sido um dos prefeitos com mais realizações, também foi um dos que mais gerou polêmica com suas declarações.

Separamos as cinco declarações mais polêmicas dadas pelo ex-prefeito. Confira abaixo:

1 – “Deveríamos ter sido mais babás da população”

Em 2012, o então prefeito comentava sobre as várias enchentes que causavam mortes e prejuízos na capital. A população não ficou satisfeita com a frase, que parecia culpar as vitimas.



2 – Os ônibus andam lotados “porque as pessoas não querem esperar o próximo”

Para Lacerda, em sabatina do Uol, a culpa dos ônibus da capital ficarem lotados era porque as pessoas não tinham paciência para ficar no ponto esperando pelo próximo. Ninguém ficou satisfeito com a fala.

3 – “Respeito sua opinião, mas ela é descartável”

A declaração dada pelo ex-prefeito aconteceu durante as famosas manifestações de 2013. Na ocasião os manifestantes criaram um prêmio e a frase foi indicada como melhor pérola dita por autoridades.



4 – “Acidentes como este infelizmente acontecem”

Ao dar uma entrevista coletiva sobre o desabamento do Viaduto Batalha dos Guararapes, em 2014, o prefeito também gerou polêmica com a frase que parecia atribuir naturalidade ao desastre.

5 – “Eu acho que está se fazendo tempestade em copo d’água”

Quando o segundo gorila nasceu no zoológico de BH, em 2014, primeiramente ele receberia um nome africano. Mas o Ministério Público pediu que um outro nome fosse escolhido para que uma associação racista não fosse gerada. O comentário da situação não agradou parte da população.