O candidato a Presidência da República, Jair Bolsonaro foi esfaqueado hoje a tarde na cidade de Juiz de Fora, Minas Gerais (veja o vídeo aqui)



Leia também: Salário de Renata e Bonner vazam na web após polêmica com Bolsonaro; veja aqui

Após ser levado ao hospital, o candidato passou por uma cirurgia e teve hemorragia interna, já controlada pelos médicos da Santa Casa da cidade.

“Infelizmente foi mais grave que esperávamos. A perfuração atingiu parte do fígado, do pulmão e da alça do intestino”, disse o filho do candidato, o deputado Flávio Bolsonaro.

Acusado várias vezes de incitar o ódio, o candidato gerou polêmica há alguns meses quando a caravana do ex-presidente Lula passava pelo Paraná.



Leia também: Globo obriga Bonner a rebater Bolsonaro ao vivo um dia após polêmica; veja aqui

Na ocasião, mais precisamente no dia 29 de março, o candidato disse que os tiros teriam partido de um petista e disse que “Está na cara que alguém deles deu os tiros. A perícia deverá ficar pronta entre hoje (quarta) e amanhã (hoje) e vai apontar a verdade”.

Em um comício na mesma ocasião, ele chegou a simular uma arma com a mão e apontou para a cabeça de um boneco com o rosto de Lula.

Já no último dia 03, o candidato afirmou que iria “fuzilar” os eleitores do PT no Acre: “Vamos fuzilar a petralhada toda aqui do Acre. Vamos botar esses picaretas pra correr do Acre”, afirmou.




Obviamente, o Moon BH condena este triste atentado contra Jair Bolsonaro. Porém, como  disse a ex-presidente Dilma nesta quinta, “O ódio, quando se planta, você colhe tempestade”.