Os manifestantes que foram ao ato convocado pelo presidente Jair Bolsonaro, do PSL, na Praça da Liberdade na tardes deste domingo, 26, entraram em conflito com a equipe de jornalismo da Globo.




Dezenas de manifestantes de Belo Horizonte hostilizaram um repórter, um cinegrafista e um auxiliar que estavam lá para mostrar a manifestação.

Eles foram xingados com palavras de baixo calão e foram perseguidos até se retirarem do local da manifestação.

As manifestações ocorrem em todo país e apoiam o aumento na idade mínima para se aposentar, o pacote anti-crime do Ministro Sérgio Moro e os cortes nas verbas da educação. Veja o vídeo abaixo: