A TV Globo e a Record TV começaram uma briga pública por causa da audiência de Belo Horizonte e claro, Minas Gerais como um todo.



Leia também: Globo BH rebaixa apresentadora ‘arrogante’ do MGTV após polêmicas fortes; veja vídeo aqui

Tudo começou quando, nesta quarta-feira, 7, a a equipe de marketing da Globo soltou uma comunicado promocional afirmando que sua audiência foi a única da TV aberta em MG que cresceu.

Também disse que alcançou 97% dos domicílios mineiros, número não atingido nem pela soma de todos os seus concorrentes.

O circo começou a pegar fogo quando a equipe da Record TV Minas decidiu responder a peça.



Leia também: Descoberto quanto ganha por mês um repórter da TV Globo Minas; veja o valor aqui

“Falar de crescimento nos últimos 30 dias é fácil. Difícil é mostrar crescimento consolidado na última década”, diz a peça da concorrente.

Segundo os dados apresentados pela emissora do Bispo, eles cresceram 68,5% nos últimos 10 anos, enquanto a emissora dos Marinho, teria perdido 34,2% de seu público.

A Record já havia divulgado que no dia 1 de agosto foi líder na Grande Belo Horizonte no horário 7 às 18h, algo que nunca havia acontecido até então.




Para tentar reverter o crescimento da concorrente em BH, a Globo fez mudanças de emergência.

Trocou Isabela Scalabrini do comando do MG1 (antigo MGTV) e a substituiu por Aline Aguiar. Também deu mais espaço ao estado no ‘Bom Dia Brasil, com mais matérias locais, e mudou o apresentador do Globo Esporte daqui.

A emissora vive o mesmo drama em Salvador, na Bahia, onde constantemente é derrotada. Abaixo você vê a peça publicitária das emissoras: