Desde que a Anvisa liberou a produção de medicamentos à base de maconha no Brasil, empresas estão lutando para saber quem será a primeira a produzir os remédios.




Desde antes da liberação, a Ease Labs está interessada em trazer para BH a plantação:

“Se a Anvisa regulamentar a produção de medicamentos à base de CBD no Brasil, é provável que a planta de cultivo e industrialização tenha sede na Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH). Caso contrário, o investimento será feito no Uruguai, onde já é autorizado o pedido de licenças para a realização desse tipo de negócio”, disse CEO da Ease Labs, Gustavo de Lima Palhares, ao jornal Diário do Comércio.




“Sendo regulamentado o plantio e a produção dos medicamentos com princípios ativos da planta no País, o custo de todo o processo será mais baixo e isso refletirá no valor final, repassado ao consumidor” , explicou ele.

Espera-se um investimento de cerca de R$ 30 milhões na Região Metropolitana de BH. Claro, centenas de empregos devem ser gerados no estado.