Que Belo Horizonte vive uma sensação de insegurança e medo, isso não é novidade pra ninguém. Sair conversando no celular perto da Praça 7, por exemplo, é quase certeza de ser assaltado.



Leia também: Sabia que essas 10 coisas são totalmente proibidas em BH? Então fique atualizado aqui

Eu mesmo já tive um celular roubado dentro de um ônibus em frente à Igreja da Boa Viagem. Na ocasião, um assaltante pulou de fora do veículo e pegou meu aparelho pela janela.

Roubos à parte, também assusta o número de mortes registrados na capital mineira. Alguns bairros superam a taxa de mortalidade de Honduras, país com mais assassinatos no mundo.

É o que mostra um levantamento feito e disponibilizado na internet pelo O Tempo com base nos dados disponibilizados por força da Lei pelo governo mnicipal.



Leia também: 10 Coisas inventadas em BH que mudaram nossas vidas e vc nem desconfiava; veja aqui

No Centro, a taxa de homicídios por 100 mil habitantes é de 86,2, número considerado altíssimo. Savassi, por exemplo, registrou 5,6, enquanto Loudes ficou com 1,7.

Cidade Jardim Taquaril foi o maior número do levantamento: impressionantes 578. Serra do Curral registrou 387,6. Também é espantoso.

Todos os bairros podem ser vistos na plataforma de compartilhamento de dados, Tableau, clicando aqui.