Você gosta tanto de alguma coisa que seria capaz de fazer até mesmo uma tatuagem em homenagem a ela? O belo-horizontino Johne Miguel gosta. E ele gosta do Cruzeiro!

Leia também> 5 Famosos que torcem para o Galo e outros 5 que torcem para o Cruzeiro

Time do coração de milhões de mineiros, o Cruzeiro é um dos mais tradicionais e importantes times do país. Justamente por isso, tem milhões de torcedores apaixonados pelo time.




Entretanto, nem todos esses apaixonados seriam capazes de levar tal amor ao ponto de fazer uma tatuagem. O Johne, porém, fez nada mais nada menos de que 7.

Leia também> Belo-horizontina conta como é ser garota de programa em Londres

Nascido na Grande BH, o mineiro de 26 anos conta que suas tatuagens em homenagem ao time do coração começaram com duas raposas na perna, mas que de lá pra cá, o número foi crescendo cada vez mais.

Arquivo pessoal – Johne Miguel

Membro da torcida ‘Máfia Azul, ele acredita que que demonstra seu amor pelo time através das tatoos “O significado das tatuagens são uma prova de amor sincero , meio inexplicável , carrego comigo aquilo que amo”, diz Johne explicando porque começou a tatuar o corpo.

Leia também> Vídeo: De Belo Horizonte a Amsterdã para experimentar maconha legalmente

Arquivo pessoal – Johne Miguel

Questionado sobre como família e amigos reagiam em relação às marcas, ele diz que “Amigos e meus pais, todos tem a preocupação com minha integridade física caso eu seja Identificado por torcedores rivais , mas não vejo tanto perigo , minha torcida Máfia Azul e meu time do coração Cruzeiro são únicos no estado, somos a maioria então não tenho o que temer (Sic)”.




Apesar de já ter o corpo muito tatuado, Johne diz que ainda tem espaço pra mais: “(ainda vou fazer) o nosso escudo principal e o primeiro escudo usado quando ainda éramos ‘Palestra Itália'”.

Arquivo pessoal – Johne Miguel

Ao me responder se o Cruzeiro valia tanto à pena assim, Johne foi claro: “o Cruzeiro é um amor maior, é o que me traz a paz ou talvez aquilo que me tira ela, mas é sincero o sentimento e acho sim que é recíproco. Todo mundo ama algo, eu amo o Cruzeiro. Amo viver por aí acompanhando meu time do coração, faz parte da minha rotina vestir a camisa da Máfia Azul e empurrar o Cruzeiro onde ele estiver e seja qual for a situação”.