O prefeito Alexandre Kalil, do PHS, voltou em um tema que já é conhecido dos moradores de Belo Horizonte: o metrô da capital.



Leia também: Após “cheiro de maconha”, Ísis Valverde vira “destruidora de casamentos”; veja aqui agora

Em entrevista à Rádio Itatiaia, publicada nesta sábado, 30, ele garantiu que desta vez a promessa sai do papel.

“Dessa vez vai, porque é dinheiro da Vale. Eu participei da reunião, com a bancada federal”, disse.



“Estão falando de multa, não é multa, não. É renovação da concessão de todas as ferrovias da Vale”, continua.

Sobre valores, ele afirmou que tanto Minas Gerais quanto Belo Horizonte vão se beneficiar:

“Pra Minas Gerais virão 5 ou 6 bilhões, se não me engano e pra Belo Horizonte serão 1 bilhão que foi a exigência da bancada federal para ampliação exclusiva do metrô”.




Perto das eleições, é mais do que comum o assunto metrô de BH voltar à pauta política. Vamos aguardar para saber o resultado, desta vez.